Biopsias e Citologias

Biopsias e citologias

BIOPSIAS

As mostras de tecido devem enviar-se sempre em formol 10% (1 parte de formaldeído comercial -ao 40%- em 9 partes de água corrente). Respeito à forma de preparação do envio, deve cuidar-se uma série de aspectos importantes:

  1. As mostras de tecido para biopsia não devem superar os 2 cm. de diâmetro.
  2. Se a lesão é de um tamanho superior (p.e. cadeia mamária), esta deve cortar-se em fragmentos representativos.
  3. O volume de formol deve ser sempre no mínimo triplo que o volume de tecido.
  4. Nunca introduzir a mostra a pressão na embalagem (e não usar embalagens de gargalo estreito).
  5. Nunca utilizar sacos, sempre embalagens de plástico rígido e com tampa hermética (evitar o cristal).

CITOLOGÍAS

Depois da colheita de fluídos ou material aspirado por agulha fina de qualquer lesão,

  1. Expulsar lentamente o conteúdo da seringa num extremo da porta-objetos ou lâmina.
  2. Com outra lâmina limpa e colocada em 45º em cima do material extraído, deslizar e realizar uma extensão do material ao longo da lâmina.
  3. Secar a extensão por 20 ou 30 min. (24h se suspeita-se de lipoma).
  4. Submergir a lâmina em metanol por dois minutos (1º líquido da coloração Diff-Quick).
  5. Esperar a evaporação do álcool e enviar ao laboratório com histórico detalhado.

Vídeos:  

(CC A.Lanevschi)

Colheita de órgãos específicos (gânglio linfático, músculo, dígitos, medula óssea, globo ocular, encéfalo, sistema digestório), Mostras de lesões concretas (ósseas, linfoma, lesões no baço, rinite, onicodistrofia) y Casos especiais  (morte depois de anestesia, intoxicação, morte perinatal, abortos).

Se faz favor, use o formulário abaixo para fazer sua pergunta ou comentário.

0 + 7 = ?

BIÓPSIAS E CITOLOGIA ANIMAIS: CÃES, GATOS…